Salvador

A mistura de raças, culturas e credos, com doses generosas de alegria e sincretismo. Salvador tem um astral único e arretado, que atrai brasileiros e estrangeiros o ano inteiro. É no verão, entretanto, que a capital baiana ganha ainda mais brilho. Suas festas populares arrastam multidões atrás de imagens religiosas e claro, dos trios elétricos. De dezembro até o carnaval, são muitos os homenageados, do Senhor do Bonfim ao Rei Momo. Fiéis e foliões agradecem!

Primeira capital do Brasil, Salvador reúne o presente e o passado em perfeita harmonia. Levando-se em conta a topografia da cidade, dividida em Alta e Baixa, fica fácil mapeá-la e vislumbrar os atrativos escancarados em cada esquina. É na parte alta que fica o colorido e fervilhante Pelourinho, bairro histórico e tombado pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade. Em suas ruas e vielas estão centenas de casarões dos séculos XVII e XVIII. Eles brigam de museus a terreiros de candomblé, além de templos católicos que atraem estudiosos do mundo todo. É o caso da Igreja de São Francisco, considerada a obra barroca mais rica do país. A programação cultural também é intensa no “Pelô”, com eventos dia e noite os largos Quincas Berro D’Água e Teresa Batista (este, cenário dos concorridos ensaios do Olodum).

Para chegar à parte baixa da cidade é preciso entrar, literalmente, em um dos cartões-postais de Salvador: o Elevador Lacerda, que faz a ligação entre os dois pontos.

 

Descubra a hospedagem ideal para você em Salvador